domingo, 16 de março de 2014

Aprenda ensinando!

Antonio Nunes de Souza*

Melhorar conhecimentos é um comportamento que demonstra sensibilidade, amor próprio e, principalmente, enriquecimento cultural e educacional, que lhe servira para o resto da sua vida, destacando sua pessoa não só no ambiente familiar, como também nas conversas no cotidiano com amigos e colegas de trabalho!
Observe nas suas próximas reuniões como são destacados e solicitados aqueles que melhor se aprimoraram e continuam se aprimorando através da leitura, troca de informações, pequenas ou grandes pesquisas, em fim, são pessoas que sabem quanto vale serem ecléticos, ter bom humor, simpatia e conhecimentos. Perceba que esses estão sempre cercados e recebendo sorrisos, por estarem acrescentando algo nas conversas e tirando algumas dúvidas existentes!
E para que você seja uma dessas pessoas é impossível?
De modo algum! Nós todos somos o que desejamos ser, basta que tomemos posições, tracemos objetividades e tenhamos amor próprio suficiente para não se acomodar somente porque já alcançamos um status financeiro equilibrado, imaginando que, com o vil metal, nada mais é preciso. Uma pena, pois esse pensamento é um ledo e triste engano. Fique sabendo que, lamentavelmente, seus comportamentos sociais, profissionais e comerciais, depois que vira as costas, você é criticado servindo de chacota e piadas de gostos duvidosos. Já presenciei centenas de vezes essa descortesia!
E, se você parar e pensar, fazendo uma reflexão, verá que consertar essa situação não é impossível nem tão pouco difícil. Basta apenas que sejam tomadas posições reconhecendo quanto são necessárias as suas mudanças e, sem aquela preguiça peculiar de ter que modificar hábitos, cair na real e ir a luta por uma vida melhor. Comece tomando participação ativa na educação dos seus filhos e netos, lendo e estudando com eles, acompanhando e estimulando todos os tipos de pesquisas, lendo livros recomendados pela mídia nacional ou mundial, freqüentando as bibliotecas (públicas ou particulares), visitando museus, exposições de artes, concertos com músicos e músicas de qualidade, mostrando aos seus descendentes o que seja realmente arte, educando-os para que saibam o que é preservação histórica de uma cidade, estado ou país, fazendo tudo isso que seus pais não puderam fazer por você ou tentou fazer e você, erroneamente, não seguiu suas orientações pensando que a vida é somente ganhar dinheiro. Tem que haver um equilíbrio entre o ”ser” e o “ter”, pois ambos são essenciais para enfrentar e desfrutar a vida com mais prazer!
Portanto, nas suas próximas viagens ao exterior, tão comuns entre os “emergentes”, em vez de dizerem que comeram nos melhores restaurantes, foram as melhores discotecas, fizeram muitas compras, etc., falem também que visitaram museus deslumbrantes e conheceram obras de artes das mais importantes e famosas (Louvre e do Prado são imperdíveis. Nos Estados Unidos o Metropolitano), Conheceram de pertos as casas de Pablo Picasso, Salvador Dali e outros e que ficaram horas olhando para o teto da Capela Sistina vendo uma das sagradas obras de Michelangelo!
Com esses comportamentos, tenho certeza que estarão aprendendo e ensinando!


*Escritor – Membro da Academia Grapiúna de Letras de Itabuna – antoniomanteiga.blogspot.com

Nenhum comentário: